♫♫♫♫♫♫♫♫♫♫♫♫♫

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Amália e o seu esposo, o Engenheiro César Seabra


A Herdade do Brejão foi comprada por Amália em 1962, reza a história que foi seu esposo, o Engenheiro Seabra, que desenhou a planta da casa que lá foi construida.
A quinta era o refúgio preferido de Amália,  “Apaixonou-se por aquele pedaço de terra e disse que já não saía do Brejão sem ele” conta uma amiga da Diva.

Eis uma vista aérea da Herdade ...

Amália passeando com seu esposo ...

 
Anos mais tarde ... a felicidade estampada no rosto, 
o seu refúgio alentejano era o seu oásis. 

Flores, sempre mais flores ... 
"Quando eu morrer peço flores !"
 


Aqui tem uma cesta de flores do campo, D. Amália, 
um beijo de grande saudade para si lá no alto.




Sem comentários:

Enviar um comentário